Oriki de Laís: um instante poético

Download PDF

Oriki de Laís é um instante poético para homenagear a artista da dança Laís Góes Morgan. Laís esteve na base do desenvolvimento da Escola de Dança da UFBA e, ainda nos anos 70, junto ao dançarino-coreógrafo Clyde Morgan, seu companheiro, contribuiu para integrar Salvador à cultura internacional da diáspora negra.

Atuando na Escola de Dança da UFBA a partir de 1957, Laís foi aluna das suas turmas iniciais, graduou-se, tornou-se professora, foi diretora do Departamento de Dança (1970 a 1973) e diretora artística do Grupo de Dança Contemporânea (GDC). Suas aulas e apresentações públicas estimularam várias jovens a ingressar na escola. A trajetória de Laís é um marco da influência da Escola na dança cênica da Bahia. Ainda em 1957, esteve no elenco de dançarinas do Conjunto Contemporâneo de Dança da coreógrafa Yanka Rudzka, criadora da Escola de Dança, no espetáculo inaugural da escola, realizado no jardim externo da Reitoria, no reitorado de Edgard Santos. No Brasil, além de Yanka, Laís Góes Morgan dançou com Rolf Gelewski, nos Grupos Juventude Dança e no Grupo de Dança Contemporânea (GDC/UFBA), nos Grupos folclóricos Olodum e Olodumaré e com Clyde Morgan. Nos Estados Unidos, para onde se mudou nos anos 80, atuou com Ama Battle e Arthur Hall, coreógrafo africano da Arthur Hall Afro-American Dance Ensemble.

 

FICHA TÉCNICA

PRODUÇÃO E REPORTAGEM
GISELE SANTANA

PRODUÇÃO OPERACIONAL
DAN HUDSON

EDIÇÃO
DAN HUDSON

IMAGENS
DAN HUDSON
JOÃO PAULO GARCIA

TÉCNICO DE SOM
NATTAN CERQUEIRA

PRODUÇÃO DE LINHA
KARINA SERRA

VINHETA E VIDEOGRAFISMO
LINCOLN ARAMAIKO

LOGO
IARA PATINO

COORDENAÇÃO
MARCO QUEIROZ
RICARDO SANGIOVANNI

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website