Aluna de química da UFBA irá disputar competição internacional de habilidades técnicas

Download PDF
daniela carneiro

A graduanda do curso de química Daniela Carneiro (foto: divulgação)

Uma aluna da graduação em química da UFBA irá participar da World Skills 2019, uma das maiores competições do mundo na área de educação profissional, que, neste ano, acontece em Kazan, na Rússia, entre os dias 22 e 27 de agosto.

Daniela Carneiro, de 22 anos, estará entre os cerca de 1600 jovens de mais de 60 países que medirão suas habilidades técnicas no evento, realizado a cada dois anos em diferentes cidades ao redor do globo. Ela competirá na categoria “tecnologia de laboratório químico” e será desafiada a executar tarefas surpresa, concorrendo com oito participantes de diversos países.

“O amor pela química me move desde sempre” diz Daniela, que, paralelamente à graduação, faz curso técnico na mesma área no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), onde ficou sabendo do World Skills. A edição deste ano será a 45ª do torneio, que, a cada dois anos, reúne jovens competidores em 56 diferentes habilidades técnicas, que vão de de marcenaria a floricultura, de hairstyle a eletrônica, de mecânica a padaria.

Como as provas do torneio são surpresa, os competidores só podem deduzir o que será cobrado a partir da lista de materiais disponíveis para a execução das atividades. Durante as provas, Daniela irá realizar análises de rotina como as que são feitas nas indústrias, para garantir a qualidade dos produtos que serão levados ao mercado. “É isso que eu acho que é o papel da química e dos químicos. Através dos conhecimentos moleculares, contribuir para o bem estar da sociedade de modo a garantir a qualidade e segurança em tudo que nos cerca. Afinal, tudo à nossa volta é química!”

Nascida em Conceição do Coité, Daniela conta que decidiu a estudar na UFBA ainda no ensino médio, já que sua cidade não oferecia tantas oportunidades de desenvolvimento profissional. Ela então concentrou os estudos de matemática, que têm mais peso nos cursos que ela desejava, e, para sua surpresa, foi aprovada em três universidades: na UFBA e na Universidade Federal do Oeste da Bahia para o curso de química, e na Universidade do Estado da Bahia, para o curso de farmácia. “Como representante da Bahia e do Brasil, carrego comigo todos aqueles que muito ou pouco contribuíram para a minha formação”, celebra a estudante.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website