Marcha Virtual pela Ciência, da SBPC, será no dia 07 de maio; grave seu vídeo e participe!

Download PDF
Mobilização destaca a importância fundamental da ciência para o enfrentamento da pandemia de Covid-19 e os seus impactos sociais, econômicos e para a saúde das pessoas

Mobilização destaca a importância fundamental da ciência no enfrentamento da pandemia de Covid-19 e os seus impactos sociais, econômicos e para a saúde das pessoas

A Marcha Virtual pela Ciência, promovida pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em parceria com diversas entidades científicas, acontece no dia 7 de maio, com o objetivo de reafirmar a importância fundamental da ciência no enfrentamento da pandemia de Covid-19 e seus impactos sociais, econômicos e para a saúde das pessoas.

Entre as atividades programadas, serão realizados dois painéis de debates online: um dedicado à pandemia provocada pelo novo coronavírus e outro sobre o financiamento da ciência brasileira. A mobilização também irá promover duas ondas de tuitaços, às 12 horas e às 18 horas, com as hashtags #paCTopelavida e #FiqueEmCasacomaCiência, além das atividades organizadas pelas secretárias regionais, com palestras, depoimentos e manifestações artísticas. Todo o evento será transmitido pelas redes sociais da entidade no Facebook e no Youtube. A UFBA está preparando uma programação local, que será divulgada em breve através das redes sociais da Universidade.

A marcha virtual chama atenção para a crise da ciência no Brasil e os cortes de investimentos cada vez mais agudos nas áreas de ciência e tecnologia, saúde e educação. A SBPC sinaliza que os problemas de financiamento impõem um desafio ainda maior de combate ao novo coronavírus no país e dificulta o trabalho de pesquisadores brasileiros – que, ainda assim, têm conseguido apresentar respostas rápidas para a sociedade diante da crise, apesar das dificuldades de infraestrutura e falta de recursos.

O reitor João Carlos Salles apoia a Marcha pela Ciência. Assista ao vídeo:

O presidente da SBPC, Ildeu de Castro Moreira, ressalta que, no momento atual, o mundo inteiro está percebendo a importância da ciência para responder às grandes questões da humanidade, seja na área da saúde, como também nas questões socioeconômicas e ambientais.

A entidade critica os cortes de bolsas de pesquisa, o sucateamento de laboratórios e a redução de insumos. Também denuncia as dificuldades enfrentadas por profissionais de saúde, que têm sofrido com a falta dos equipamentos de proteção individual necessários.

Em entrevista ao Edgardigital, Moreira critica o desmonte da ciência no país e acredita que a marcha será uma oportunidade para discutir o cenário de cortes orçamentários e o financiamento da ciência brasileira. Será também espaço para atualizar as informações sobre o coronavírus, reforçar estratégias de combate à pandemia e refletir sobre os seus impactos.

“Ainda não se tem um remédio ou vacina [para o novo coronavírus], mas vamos ter”, afirma, otimista, o professor, embora não possa prever um prazo para essas realizações. “Vários laboratórios estão trabalhando nisso, inclusive os brasileiros, que poderiam estar em uma situação muito melhor se contassem com mais investimentos”.

No último dia 7 de abril, foi assinado o Pacto pela Vida e pelo Brasil, documento elaborado pela CNBB, OAB, Comissão Arns, ABC, ABI e SBPC, que pede união de toda a sociedade, solidariedade e conduta ética e transparente do governo, tomando por base as orientações da ciência e dos organismos nacionais e internacionais de saúde pública no enfrentamento da pandemia de coronavírus.

O presidente da SBPC destaca o papel da ciência para produção de conhecimento e o desenvolvimento de importantes inovações tecnológicas, da indústria farmacêutica, para a renovação da economia e superação das desigualdades sociais. Por fim, ele reforça a necessidade do isolamento social horizontal, da realização dos testes e da utilização dos equipamentos de proteção individual.

Conforme aponta o professor, a história mostra que a ciência tem sempre encontrado respostas para o combate das grandes epidemias que atingiram a humanidade. “Com mais investimentos em saúde e ciência, e menos (investimentos) em armas, estaríamos mais próximos das respostas. Um canhão não mata vírus, mata gente”.

WhatsApp Image 2020-04-30 at 19.04.32

Compartilhe o card da Marcha com a marca da UFBA

Envie seu vídeo

Ao longo da semana que antecede a manifestação, a SBPC divulgará vídeos e depoimentos escritos de representantes das entidades científicas e acadêmicas, pesquisadores, estudantes, professores e amigos da ciência sobre temas de ciência, educação e saúde e convocando para a Marcha.

Todos podem participar desta etapa da campanha de produção de depoimentos curtos. Abaixo algumas sugestões de perguntas que os participantes podem responder:

  • Por que a ciência é importante para o enfrentamento da pandemia?
  • Por que o isolamento social é uma ação fundamental neste momento?
  • Que outras medidas devem ser adotadas?
  • Se a ciência brasileira tivesse um orçamento mais adequado, poderíamos estar melhor preparados para o enfrentamento da pandemia?
  • Como a sua pesquisa contribui para o conhecimento e enfrentamento do coronavírus?

O vídeo deve ter duração de 30 segundos a um minuto. O participante deve se apresentar brevemente no início – nome, atividade que desenvolve e que instituição representa. O depoimento pode ser gravado em celular mesmo, em alta definição, com o aparelho na horizontal. Todos os vídeos da campanha serão disponibilizados em uma playlist na TV SBPC, no YouTube, e nas redes sociais da SBPC (Facebook, Twitter e Instagram: @SBPCnet).

Alternativamente, é possível também enviar uma declaração por escrito, em uma frase com até 120 caracteres. Neste caso também solicitamos que a pessoa envie uma breve apresentação – nome, atividade que desenvolve e que instituição representa – junto ao seu depoimento. E se desejar, seu endereço nas redes sociais, para linkarmos.

Todos os depoimentos podem ser enviados para o e-mail oficial da Marcha Virtual pela ciência: marchavirtual@sbpcnet.org.br.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website