UFBA realiza pesquisas para conhecer condições de sua comunidade em meio à pandemia

Download PDF

A UFBA quer saber de você

Com o objetivo de obter informações sobre as condições reais de acesso à internet, dispositivos tecnológicos e capacidade de realização de atividades remotas de seus servidores – docentes e técnico-administrativos – e estudantes, a Universidade Federal da Bahia está realizando pesquisas voltadas a cada um dos três segmentos. Os questionários já foram enviados para os respectivos e-mails e podem ser respondidos até o dia 06 de julho.

A pesquisa que saber como estão as atuais condições de vida, trabalho e estudo da comunidade, que, certamente, sofreram alterações devido à interrupção da maior parte das atividades presencias da Universidade, imposta pelo cenário da pandemia de Covid-19, desde o dia 18 de março. A participação de todos é fundamental, pois os dados coletados subsidiarão a Administração Central na elaboração de uma proposta para as atividades da UFBA adequada à realidade de sua comunidade, levando em consideração o atual contexto sanitário.

Diferente dos questionários aplicados recentemente, o novo questionário é identificado: cada estudante, técnico e professor recebeu um link individualizado através do e-mail cadastrado na UFBA. Mais detalhados, o questionário tem o objetivo de compreender a situação da totalidade dos estudantes, sobretudo a dos socialmente mais vulneráveis, e não somente a daqueles que já dispõem das condições de acesso adequadas para uma eventual retomada das atividades online. Outra novidade importante é que a pesquisa atual inclui a categoria dos técnico-administrativos.

Iniciativas de oferta gratuita de acesso à internet recentemente anunciadas pelo governo, embora positivas, contemplam apenas a realidade de uma parte dos estudantes, mas não de todos. A UFBA, por sua vez, não abre mão de buscar uma solução consistente e que inclua a todos, de modo a não aprofundar as já grandes desigualdades sociais atualmente existentes.

O levantamento de dados é uma ação da Administração Central, através das pró-reitorias de Ensino de Graduação (Prograd), de ações Afirmativas e Assistência Estudantil (Proae) e de Desenvolvimento de Pessoas (Prodep) e das a Superintendências de Educação a Distância (Sead) e Tecnologia da Informação (STI).  Após a coleta e análise de dados, a Universidade poderá elaborar uma proposta de continuidade das atividades (ensino, pesquisa e extensão), ancorada nos princípios de isonomia de oportunidades e de qualidade acadêmica, para ser debatida e apreciada pelas devidas instâncias superiores da UFBA.

Pesquisa voltada ao corpo docente

Com o objetivo de construir “trilhas de mediação tecnológica e pedagógica” para os docentes, a UFBA lançou o questionário para seus 2.870 professores (permanentes, substitutos, visitantes e do Ensino básico técnico e tecnológico, segundo dados do UFBA em Números 2019). A ação visa a criar um processo formativo para que os docentes possam potencializar suas atividades com o uso das novas tecnologias.

Veja o convite do reitor aos docentes:

Enquete para os servidores técnico-administrativos

A necessidade de “conhecer as condições de vida e de trabalho vivenciadas pelos servidores UFBA, neste momento de pandemia, conduziu à elaboração de um levantamento de informações que se tornaram necessárias para subsidiar as decisões e futuras ações da UFBA”, informou pró-reitora de Desenvolvimento de Pessoas, Denise Vieira da Silva.

A proposta tem o objetivo de conhecer a realidade dos técnico-administrativos vivenciada no dia a dia do trabalho remoto. “Precisamos saber em que condições realizam este trabalho, e, mais que isso, como se encontram estes trabalhadores neste período, ou seja, suas condições biopsicossociais, de trabalho e de saúde, num contexto em que todas estas dimensões da vida estão afetadas”, disse a pró-reitora.

O questionário foi disponibilizado por e-mail através de uma plataforma digital Limesurvey, desde o dia 30 de junho. Apesar da expectativa da Prodep em “atingir o maior número possível de respostas, que possibilitará a análise de um panorama mais geral das condições vivenciadas por estes trabalhadores em sua amplitude, o órgão está atento ao fato de que, num processo de investigação como este, as ‘não respostas’ também devem ser analisadas como um dado”, explicou a Pró-reitora. Ela entende que “se houver um número significativo de não respondentes, teremos de ver quais os fatores impeditivos desta não-resposta, que pode ter relação com acesso aos meios digitais, estado de saúde e outras condições que precisaremos decifrar”.

A construção do questionário foi realizada por um grupo de trabalho específico, composto por oito pessoas da Prodep e Sead. Foram elaboradas questões objetivas por tratar-se de um universo amplo, mas também foram inseridas algumas perguntas abertas, disponibilizando espaço para comentários.

Veja o convite do reitor aos técnico-administrativos:

Levantamento de dados biopsicossociais do corpo discente

Segundo a pró-reitora de Ações afirmativas e Assistência Estudantil, Cássia Virgínia Maciel, “o levantamento de informações sobre as ações remotas dos estudantes dá continuidade a levantamentos anteriores, visando a identificação de demandas dos discentes para garantir a qualidade de futuras atividades acadêmicas. A depender do resultado e avaliação pelos conselhos, pode-se apresentar um edital para atender às necessidades dos estudantes”, disse a pró-reitora.

O questionário foi enviado para os e-mails dos estudantes no dia 1º de julho. A ação colocou em prática princípios relacionados à educação na pandemia, que foram expostos pela UFBA no Congresso Virtual, realizado em maio e também, no Congresso da Andifes, realizado em junho.

Veja o convite do reitor aos estudantes:

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website