Hupes oferece suporte psicológico online a pessoas que perderam parentes e amigos durante a pandemia

Download PDF

Para reduzir as consequências do luto e oferecer acompanhamento para enfrentar a perda, especialmente neste momento de Pandemia da Covid-19, o Serviço de Psicologia do Complexo Hospitalar Universitário Professor Edgard Santos da Universidade Federal da Bahia, administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Hupes/UFBA-Ebserh), oferece apoio psicológico através do ambulatório do luto. O trabalho consiste em acompanhamento psicológico online, de orientação psicanalítica, voltado a pessoas enlutadas por perdas associadas à Covid-19.

A ação faz parte do projeto de extensão do Instituto de Psicologia da UFBA intitulado “Luto e Subjetivações: clínica, ética e política” e conta com a colaboração de psicólogos voluntários que estão atendendo pessoas enlutadas de hospitais públicos e privados da capital baiana que tenham cobertura para atendimento da Covid-19. No Hupes, a psicóloga Mônica Venâncio vem atendendo, preferencialmente, aos familiares que perderam seus entes por Covid-19 na instituição. Para maiores informações sobre o fluxo de encaminhamento, o profissional pode entrar em contato com o Serviço de Psicologia através do ramal 8186.

O luto necessita de apoio familiar, psicossocial e, por vezes, profissional visando a produzir respostas individuais e coletivas ao sofrimento e à dor psíquica. “No contexto da pandemia da Covid-19 as perdas, frequentemente abruptas, têm sido vivenciadas sob forte impacto do colapso dos sistemas de saúde e funerário e da dificuldade de ritualização das mortes e suporte social do trabalho de luto”, afirma Cristiane Oliveira, psicóloga e professora do Instituto de Psicologia da UFBA que idealizou a ação.

Atualmente, o ambulatório de Luto funciona com a psicóloga, estagiários e extensionistas vinculados ao curso de psicologia da UFBA, admitidos por encaminhamento interno da instituição ou por seleção após demanda espontânea. O objetivo é ofertar atendimento psicológico de orientação psicanalítica, acolhimento e orientação aos enlutados.

O ambulatório de luto é vinculado ao Serviço de Psicologia. Ele está sendo estruturado há três anos e surgiu da parceria da psicóloga Mônica Venâncio que atua na UTI 1 e da professora do Instituto de Psicologia da UFBA Cristiane Oliveira.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website