Curso sobre ferramentas do Moodle inaugura programa de capacitação docente voltado ao semestre suplementar

Download PDF
capacitacao_tecnológica

As ações de capacitação estarão distribuídas em formato de seminários online, cursos abertos, vídeos, e-books, podcasts, tutoriais, serviços de suporte didático-pedagógico, tecnológico e psicossocial.

Com a aprovação da realização de um semestre suplementar com atividades online – mantendo, assim, a suspensão da maior atividades presenciais até o final deste ano, devido à pandemia do coronavírus –, a UFBA já delineia um Programa de Formação Emergencial para o Ensino Online, voltado a todo o seu corpo docente.
A primeira ação desse programa está sendo lançada nesta semana, com a abertura das inscrições para o Curso Moodle Instrumental para professores, de 30 de julho a 06 de agosto. O objetivo do curso é capacitar os docentes da UFBA para edição e gerenciamento de recursos e atividades no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Moodle da Universidade. A carga horária é de 30 horas, a serem executadas no período máximo de 15 dias, exigindo, portanto, dedicação mínima de 2 horas por dia para realização de atividades.
“A ideia desse curso é que o professor possa aprender fazendo. É um curso prático, como se fosse uma oficina de construção de uma sala virtual no Moodle”, explica a superintendente de Educação a Distância da UFBA, Márcia Rangel, que destaca o caráter essencialmente instrumental do curso. As incrições podem ser feitas na página da Sead.
Essa é apenas a primeira das muitas alternativas que a Superintendência de Educação Distância (Sead) da UFBA está preparando para atender às necessidades de melhoria da fluência tecnológica dos professores verificadas a partir do diagnóstico de atual situação das competências digitais do corpo docente, resultado da recente pesquisa realizada com a categoria. “Os dados levantados subsidiaram a elaboração de diretrizes para traçar o programa, que objetiva a incorporação das atuais tecnologias digitais, nos processos de ensino e aprendizagem”, informa Rangel.
A superintendente afirma que “as ações de capacitação estarão distribuídas em formatos de seminários e cursos online, cursos abertos (MOOC – do inglês, Massive Open Online Courses, que são gratuitos, sem tutoria e sem processo seletivo), vídeos gravados, e-books, podcasts, tutoriais, serviços de suporte didático-pedagógico, tecnológico e psicossocial. O acesso aos conteúdos se dará por meio de ferramentas, como plataforma Moodle, Videoconf RNP, Youtube, Facebook, Instagram, entre outras”.
As instruções serão ministradas por docentes e técnicos integrantes da Rede Colaborativa Interna da UFBA, que foi articulada para organizar as ações do programa de formação emergencial para o ensino online.
“O programa foi estruturado em duas trilhas de aprendizagem emergencial. A trilha 1, que objetiva a ambientação da comunidade universitária ao ensino online; e a trilha 2, cuja finalidade é assegurar a proficiência digital, de acordo com os níveis de competências requeridos para a educação no século 21”, explica Rangel.
A superintendente também destaca que “a trilha 1 será ofertada em caráter emergencial, ao longo desse semestre suplementar, a fim de colaborar com a ambientação da comunidade universitária com o ambiente do ensino online. E, como se trata de um programa de capacitação continuada, não teremos prazo para a conclusão”.
Com as orientações da capacitação, os 2.853 professores da UFBA terão a oportunidade de desenvolver ou ampliar competências digitais, como, por exemplo, utilizar as tecnologias digitais para comunicar, colaborar e evoluir profissionalmente; compartilhar e proteger dados; gerir e organizar o processo de ensino e aprendizagem; melhorar o processo de avaliação dos estudantes e auxiliá-los estudantes a usar tais tecnologias de modo criativo e responsável.
Para que o programa seja efetivado, foi criada a Rede Colaborativa Interna da UFBA, composta por unidades acadêmicas e de gestão, como as pró-reitorias de Ensino de Graduação (Prograd), de Desenvolvimento de Pessoas (Prodep), de Ensino de Pós-Graduação (Propg), as superintendências de Educação a Distância (Sead) e de Tecnologia da Informação (STI) e de Desenvolvimento Acadêmico (Supac), além do Departamento de Ciência da Computação (DCC) do Instituto de Matemática e da equipe do Ateliê Didático, iniciativa consolidada de formação docente ligada à Prograd. Todos estão envolvidos em ações articuladas para assegurar a estrutura de acesso às tecnologias digitais e ao programa emergencial de formação no contexto de distanciamento imposto pela pandemia.
Não haverá diferenciação de níveis de capacitação (como, por exemplo, iniciante, intermediário e avançado), e os conteúdos do programa emergencial serão ofertados como uma ação de extensão, abertos para toda comunidade universitária interna e externa. Os participantes dos cursos precisarão apenas de um computador atualizado ou equipamento semelhante, como tablet ou celular, além de uma rede de internet banda larga para acessar os conteúdos que serão organizados e disponibilizados no novo Portal UFBA em Movimento.
Portal UFBA em Movimento
Para acolher e informar à comunidade acerca do semestre suplementar, está sendo desenvolvido o portal “UFBA em Movimento”, destinado a orientações e esclarecimentos sobre o funcionamento e as atividades durante o semestre suplementar.  Através dele, os docentes, técnico-administrativos e discentes terão acesso a ferramentas digitais e instruções sobre como utilizá-las, ofertas de cursos e seminários online, visando ao uso e melhor aproveitamento de ambientes virtuais de aprendizagem, além de dicas para manter uma boa comunicação utilizando ferramentas remotas.
Os docentes encontrarão uma lista de ferramentas que poderão ser utilizadas, como tutoriais de uso, orientações para participação nos cursos e nos seminários online, dicas de netiquetas, vídeos, lives e textos científicos, além de livros disponibilizados na internet que tratam do uso de tecnologias na educação. Na seção de apoio aos docentes, técnico-administrativos e discentes, serão disponibilizados material didático variado, contatos de suporte e perguntas frequentes para resolver possíveis dúvidas.
O portal encontra-se em fase de construção por uma equipe multidisciplinar, organizada em diversos grupos de trabalho.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website