Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão já tem identidade visual

Download PDF

O Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFBA já tem uma cara. As peças de divulgação, ou seja, outdoors, cartazes e a capa da página do Facebook, são baseadas na arte feita pelo artista plástico Juarez Paraíso para o Congresso da UFBA em 2016, ano de comemoração dos 70 anos da Universidade.

“O evento, que a partir de 2017 recebe a designação de ‘Congresso’, se insere na tradição dos Seminários Estudantis de Pesquisa, iniciados na UFBA em 1981, tendo sido ampliado em anos recentes para acolher apresentações de participantes-bolsistas de diversos programas de natureza acadêmica – nesta edição serão 15 programas envolvidos”, comenta Paulo Lima, assessor especial do reitor e responsável pela concepção e organização geral do evento.

O Congresso dá seguimento a uma direção metodológica iniciada com o Congresso da UFBA e propõe que a comunidade da instituição invista na reflexão das questões mais relevantes da sociedade, para entender o seu papel nesses contextos, e sempre podendo ver a si mesma através de tais oportunidades.

A espinha dorsal são as apresentações estudantis dos bolsistas, mas o evento também contará com uma extensa programação de mesas e de intervenções artísticas com oito direções temáticas abrangentes – Inovação; Memória; Articulação com a Sociedade; Ética, direitos e diversidade; Reflexões/Avaliações sobre a UFBA; Disciplinaridade e Interdisciplinaridade; Questões atuais (Mundo); Questões atuais (Brasil).

O Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão abrirá espaço para o debate do Fórum Mundial Social (FMS), que acontecerá na UFBA entre os dias 13 e 17 de março de 2018 e tem como tema “Resistir é criar, resistir para transformar”. A universidade promoverá a interação entre sua comunidade e os movimentos sociais através de conjunto de Atividades Curriculares em Comunidade e Sociedade (ACCSs) e de uma programação de mesas temáticas, oficinas e intervenções temáticas pensadas em conjunto. “A participação da UFBA no Fórum não se limitará à cessão de suas dependências para este evento. Sendo lugar de pensamento e criação, ela em muito contribuirá para construí-lo e animá-lo, pois reconhece neste evento uma oportunidade única para o aprofundamento de questões contemporâneas a um só tempo instigantes e desafiadoras”, comenta Paulo Lima.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website