Preparativos para o Fórum Social Mundial 2018 a todo vapor

Download PDF
forum-coletivo

Organização do evento, que acontece na UFBA, em 2018, foi tema de reunião na sala dos conselhos, na Reitoria.

Os preparativos para a realização do Fórum Social Mundial 2018 continuam. Mais um encontro foi realizado nesta sexta-feira (4) na sala dos conselhos da Reitoria, reunindo membros da reitoria e organizações da sociedade civil que compõem o comitê organizador do evento.

Com o tema “Resistir é criar, resistir para transformar”, o Fórum, que será sediado na Universidade Federal da Bahia, entre os dias 13 a 17 de março de 2018,  será responsável por unir movimentos sociais de todos os continentes com o objetivo de elaborar alternativas para uma transformação social global. A expectativa é de atrair mais de 60 mil pessoas à cidade de Salvador.

joao-salles-forum

O reitor João Carlos Salles

“O Fórum tem o objetivo de refletir sobre os grandes desafios contemporâneos, num momento em que forças progressistas precisam se unir para pensar rumos não só para o Brasil, como também para o mundo”, observa o reitor João Carlos Salles. Ele acredita que Universidade já é consolidada como um espaço de debate e mobilização, características que, somadas ao potencial do Fórum, criam condições para pensar a identidade da sociedade e seu futuro. O reitor contou também que a atuação de uma rede de universidades junto ao Fórum é importante para enriquecer o debate, “favorecendo a auto-organização do movimento e apresentação de propostas”.

“Neste estado atual de desesperança, nossa obrigação é encontrar caminhos alternativos, mesmo que os ventos pareçam soprar contra”, disse a integrante do conselho internacional do Fórum, Rita Freire, ao reforçar as contribuições do Fórum Social Mundial para a sociedade.

mauri

Mauri Cruz falou sobre a história do Fórum Social Mundial

Mauri Cruz, membro do Conselho Internacional do Fórum e da Associação Brasileira de Organizações não-governamentais (Abong), lembrou da origem do Fórum Social Mundial, que teve seu primeiro encontro em Porto Alegre, em 2001, e teve a participação de aproximadamente 20 mil pessoas, entre elas cerca de 5 mil delegados de entidades de 117 países. O evento, que acontece anualmente, já percorreu diversos países. Em mais uma edição brasileira, é a primeira vez que uma cidade do nordeste recebe o Fórum.

Edital ACCS para o Fórum: abertura dia 07/08

A pró-reitora de Extensão, Fabiana Britto, reforçou a participação ativa da UFBA, dando destaque ao programa de Ação Curricular em Comunidade e Sociedade (ACCS), que fornece bolsas de monitoria para estudantes que participam dos projetos da UFBA. Britto antecipou que o edital ACCS para o Fórum Social Mundial será lançado durante a reunião do Conselho Acadêmico de Pesquisa e Extensão, na próxima segunda-feira, 07 de agosto, junto com o edital ACCS Forpop (Fórum Permanente de Artes e Tradições Populares). As áreas temáticas serão arte e cultura; comunicação, direitos humanos e justiça; educação, meio ambiente, saúde, tecnologia e produção e trabalho. As inscrições serão até 24 de agosto.

paulo-lima

À esquerda, Gilberto Leal, coordenador nacional de entidades negras e, à direita, Paulo Lima

Em outubro, a UFBA realizará o Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão, já com abordagens de temas que estarão presentes no Fórum Social Mundial 2018. A partir de 15 de agosto, as inscrições estarão abertas para ouvintes. Pós-graduandos têm até o dia 8 de agosto para submeter trabalhos. O assessor especial do Reitor e responsável pela concepção e organização geral do evento, Paulo Costa Lima, afirmou que o Congresso contará com grupos de trabalho que discutirão temas e propostas para o Fórum Social Mundial. O projeto surgiu depois dos resultados positivos produzidos pelo Congresso da UFBA e pelo Semente no ano passado.

Carta de intenção

“O fato de termos uma parceria que nos dá uma solidez para falar à comunidade internacional que um debate preparatório será feito antes no mesmo do Fórum, nos deixou muito otimistas em relação a riqueza e sucesso do Fórum Social Mundial na Bahia”, disse Rita Freire. Ela observou que a Universidade está somando com todo o processo de construção do evento e, em contrapartida, terá um pouco dessa história atrelada também à instituição.

carta-intencao

Carta de intenção foi assinada pelo reitor e membros da comissão organizadora do Fórum

Uma carta de intenção foi assinada pelo reitor João Carlos Salles e membros do comitê facilitador do Fórum Social Mundial 2018, composto pelos membros das organizações da sociedade civil, que reafirmou a intenção de estabelecer ações de cooperação à realização do Fórum Social Mundial.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website