UFBA vence etapa nacional da maior competição de Direito Ambiental do mundo

Download PDF
Professor João Glicério de Oliveira Filho, da Faculdade de Direito, coordena o Núcleo de Competições Internacionais da UFBA

Professor João Glicério de Oliveira Filho, da Faculdade de Direito, coordena o Núcleo de Competições Internacionais da UFBA

Um time formado por estudantes da Faculdade de Direito da UFBA, integrantes do Núcleo de Competições Internacionais (NCI), sagrou-se campeão da etapa nacional da maior competição de Direito Internacional Ambiental do mundo, Stetson’s International Environmental Moot Court Competition, que aconteceu entre os dias 9 e 10 de dezembro, na cidade de Nova Lima, Minas Gerais.

Os representantes do subnúcleo de Direito Internacional Ambiental da universidade receberam também os prêmios de Melhor Memorial, Melhor Orador – recebido por Ruy Nestor Bastos Mello Filho, e Melhor Orador da Rodada Final – recebido por Laisa Branco Coelho Cavalcante de Almeida. Com a vitória, a UFBA se credencia para disputar a rodada final da competição, entre os dias 22 e 24 de março de 2018, que será sediada pela Stetson University, na Flórida, EUA.

Completam o time: Lipe Schkrab Alves, Isabela Santos Dias, Antônio Henrique de Carvalho do Nascimento Castro, Pedro José Galvão Nonato Alves Neto, Ana Luísa Paranhos dos Santos, Mariana Carla Giavarina Choratto, José Fiori Gonçalves Ramos Cardoso Pereira, Lucas Araújo da Silva e Mariana Santos de Oliveira Lima.

O NCI-UFBA é coordenado pelo professor João Glicério de Oliveira Filho, que atua para capacitar os estudantes para participar de competições de cortes simuladas (moot court) no Brasil e no exterior. O núcleo é dividido em 7 subnúcleos: Direito Internacional, Direitos Humanos, Arbitragem, Penal Internacional, Ambiental, Propriedade Intelectual e Direito Tributário.

Criada em 1996, a competição na área do Direito Ambiental inclui rodadas regionais na África, Brasil, Índia, Irlanda, Coreia, Filipinas, Ucrânia e Estados Unidos. Voltada para alunos do curso de graduação em Direito, a disputa consiste na simulação de um processo junto à Corte Internacional de Justiça. Os estudantes são avaliados quanto a sua capacidade de responder aos questionamentos dos juízes e de controlar sua argumentação. São considerados ainda critérios como profissionalismo, convencimento, organização, clareza, profundidade e completude da análise, conhecimento dos fatos e do Direito, comportamento e formalismo do orador no tribunal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website