Artigo de pesquisador da UFBA sobre avaliação do sorriso é o mais baixado em revista científica brasileira

Download PDF

incisosA busca pelo sorriso perfeito, muitas vezes, reforça padrões e alcança sujeitos inspirados nos procedimentos estéticos feitos por artistas, modelos nacionais e internacionais. Dentes fortemente brancos e de tamanhos iguais estão na moda e formam sorrisos que se inserem num processo de unificação, e deixam de lado algo nobre na odontologia: a individualização.

É dessa espécie de raio homogeneizador dentário que foge o artigo “Os 10 mandamentos da estética do sorriso”, o mais baixado da Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial, principal periódico da área no Brasil, com mais de 60 mil downloads, desde que foi publicado em julho/agosto de 2014. O autor do paper, que explora cientificamente aspectos de um sorriso mais bonito, mais feliz, mais jovem e funcional, é André W. Machado, professor da Faculdade de Odontologia da UFBA.

O artigo mereceu citação no trabalho “A novel three-dimensional smile analysis based on dynamic evaluation of facial curve contour” (uma nova análise tridimensional do sorriso baseada na avaliação dinâmica do contorno da curva facial), de um grupo de pesquisadores chineses liderado por Yi Lin, publicado em 2016 na Nature, uma das mais importantes revistas científicas internacionais. Machado ressalta que padrões estéticos homogêneos devem ser olhados com cuidado. “Sorrisos extremamente brancos, com tamanhos iguais, não são sorrisos aceitos como ideais”, afirma.

O pesquisador conta que muitos dogmas utilizados por profissionais são hoje considerados antiestéticos. Ele dá como exemplo as bordas dos dentes centrais (frontais) que, de acordo com a pesquisa, devem estar posicionadas, em média, 1 a 2 milímetros abaixo dos  dentes laterais. “Isso é quase o quádruplo do que se afirmava anteriormente na literatura da área”, diz.

O artigo é fruto de mais de 10 anos de estudos, período em que pesquisadores da Faculdade de Odontologia tiveram mais de 20 artigos publicados sobre a estética do sorriso em diversos periódicos internacionais. “Depois, agrupamos esses dados estatísticos e criamos o protocolo baseado em evidências científicas”, conta Machado.

dentes-separados

Correção do diastema na linha média sobre o sorriso do paciente

Ele explica que o protocolo, apesar de sua corroboração científica, não deve ser entendido como universal já que o conceito de beleza é variável. Os mandamentos são um ponto de partida para profissionais e pacientes, porém, reforça Machado, cada mandamento deve ser discutido entre clínicos e sujeitos em tratamento. “A individualização é a chave para o tratamento odontológico”, observa.

Os dez mandamentos presentes no artigo são: 1º) arco de sorriso – posição vertical dos incisivos superiores; 2º) proporção e simetria dos incisivos centrais superiores; 3ª) relação dentes anterossuperiores; 4ª) presença de espaço anterossuperior; 5º) design gengival; 6º) níveis de exposição gengival; 7º) corredor bucal; 8ª) linha média e angulação dentária; 9º) detalhes – cor do dente e formato anatômico; 10º) volume do lábio.

verticalizacao-dente

Imagem mostra o impacto estético das alterações no posicionamento vertical dos incisivos ao sorrir

O artigo descreve os incisivos centrais superiores como a área nobre do sorriso, sendo, por isso, a região que deve ser observada primeiramente no planejamento estético. O estudo descreve o posicionamento vertical dos incisivos superiores como fator determinante para um sorriso jovem e atraente.

Outro mandamento sugere que qualquer espaço (chamado de diastema) extra que se forme entre um dente frontal e outro deve ser fechado por tratamento ortodôntico ou multidisciplinar. No entanto, deve-se questionar se esse espaço afeta a estética do sorriso, pois o estudo observa que pequenos espaços entre os dentes laterais e os caninos superiores igual ou menores do que 1 milímetro podem passar despercebidos pelos leigos.

A pesquisa revela ainda que as pessoas tendem a concentrar a atenção principalmente na boca e nos olhos, conforme estudos feitos por Alred Yarbus nos anos 1960, a partir de análises de fotografias faciais, e em estudos recentes que observam interações sociais. “Com a boca sendo o principal foco de atenção do rosto, o sorriso desempenha um papel essencial na estética facial. Por esse motivo, podemos dizer que sorriso é o componente dominante na estética facial”, fala Machado.

italiaEm razão do amplo alcance dos estudos sobre estética do sorriso elaborado na Faculdade de Odontologia da UFBA, Machado é frequentemente convidado para ministrar cursos no Brasil e no exterior. Depois de exposições na Tailândia, Coréia do Sul, Espanha, Estado Unidos e Rússia, em 20 de outubro, o professor estará em Treviso, na Itália, onde irá para ministrar o curso sobre planejamento digital do sorriso em Ortodontia.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website