Uma proposta de construção do memorial das Mulheres de Axé do Recôncavo

Download PDF

ASC_8563

Líderes religiosas, mães e filhas de santo, representantes de alguns dos mais antigos e tradicionais de terreiros de cidades do Recôncavo como Cachoeira, São Felix, Muritiba e Cruz das Almas, visitaram a Reitoria na terça-feira, 11, para encontro com o vice-reitor Paulo Miguez, que teve como pauta principal a preservação de sua história, cultura e religião.

O grupo reúne mais de 30 matriarcas, unidas pelo desejo da construção do Memorial das Mulheres de Axé do Recôncavo Baiano, espaço que deverá abrigar o acervo dos seus terreiros e valorizar as suas tradições.

Paulo Miguez destacou a importância cultural do recôncavo baiano, das suas matriarcas e líderes religiosas

Paulo Miguez destacou a importância cultural do recôncavo baiano e apontou para a necessidade de ações de reparação às religiões afro-brasileiras

A Iyálaxé Juçara Lopes, do terreiro Ilê Axé Obálajá, explica que o memorial reunirá o aprendizado e as memórias do candomblé. Ela ressaltou a importância de um espaço apropriado para guardar os acervos dos terreiros e deixar o legado para as próximas gerações. E também citou saberes que precisam ser preservados, a exemplo do rechilieu, estamparias, técnicas de corte e costura para a confecção de vestimentas ligadas ao candomblé.

Paulo Miguez destacou a importância cultural do Recôncavo, das suas matriarcas e líderes religiosas, e assegurou que a universidade será uma parceira no projeto do memorial. Ele criticou os constantes episódios de intolerância religiosa no país e apontou para a necessidade de ações de reparação às religiões afro-brasileiras.

De acordo com o vice-reitor, um termo de cooperação deverá ser construído nos próximos encontros, que permitirá o levantamento inicial do acervo, visitas técnicas e estudos de localização do espaço. Na oportunidade, Miguez convidou o grupo para participar da cerimônia de recondução do reitor e vice-reitor da UFBA, no próximo dia 24 de setembro.

O grupo reúne mais de 30 matriarcas, unidas pelo desejo da construção do Memorial das Mulheres de Axé do Recôncavo Baiano

O grupo reúne mais de 30 matriarcas, unidas pelo desejo da construção do Memorial das Mulheres de Axé do Recôncavo Baiano

Participou da reunião a assessora técnica Juci Santana, da Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esportes (Setre) do governo do Estado da Bahia, que também será parceira neste projeto.

A Mãe Zelita, do terreiro Alê Axé Ioromim, disse estar radiante com o encontro. “Foi maravilhoso. Saímos daqui com a energia firme e com a certeza de que conseguiremos o que viemos buscar para salvaguardar a nossa memória e a dos nossos ancestrais”, finalizou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website