Hupes recruta voluntárias para pesquisa que investiga causas da infertilidade conjugal

Download PDF

O Hospital Universitário Professor Edgard Santos, da Universidade Federal da Bahia e administrado pela Ebserh (Hupes/UFBA-Ebserh), recruta mulheres voluntárias para participar de uma pesquisa sobre causas da infertilidade em casais que tentam gerar um filho e não conseguem há mais de 12 meses – a chamada infertilidade conjugal. Cerca de 150 voluntárias serão selecionadas, que receberão acompanhamento ao logo de dois anos. A pesquisa tem como objetivo a investigação da infertilidade conjugal, Infertilidade sem Causa Aparente (ISCA) e de Baixa Reserva Ovariana (BRO) entre mulheres e sua associação com distúrbios da tireoide.

O Hupes/UFBA-Ebserh é referência no tratamento de infertilidade conjugal na Bahia com atendimentos através do Sistema Único de Saúde (SUS). O ambulatório especializado realiza oferece cerca de 200 atendimentos por mês. Os critérios de inclusão na pesquisa são mulheres entre 19 e 45 anos, com infertilidade conjugal, tentando gestar há pelo menos um ano, sem uso de métodos contraceptivos e sem sucesso.

Normalmente, após 12 meses de tentativas regulares e sem uso de métodos anticoncepcionais, é hora de começar a pensar em investigar os motivos que podem estar dificultando a gravidez. Passado esse tempo de espera, caso não tenha sucesso em engravidar, recomenda-se que o casal procure um médico especialista em reprodução humana para uma avaliação mais detalhada e realização de um diagnóstico preciso, a fim de planejar a melhor forma de tratamento para cada caso.

A pesquisa

A pesquisa é uma parceria do Hupes e do Instituto de Ciências da Saúde (ICS) da UFBA, através da Unidade de Atenção a Saúde da Mulher (UASM) e do Núcleo de Estudos Clínicos da Bahia (NECBA), ambos do Hupes, e dos laboratórios de Imunologia (Labimuno) e de Estudos da Tireóide (LET), do ICS.

Pesquisadora da UFBA e especialista em reprodução humana à frente da pesquisa, a médica do Hupes Karina Adami explica que não é muito comum uma oferta para aprofundamento nas causas de infertilidade conjugal, em especial no âmbito do SUS. “Durante a pesquisa, vamos oferecer um vasto painel de avaliação da tireoide, que pode influenciar na questão da fertilidade e no sucesso gestacional”, explica.

Todo o processo de entrevista e acompanhamento será feito de modo virtual. Apenas no dia da coleta de sangue e urina, quando será efetivamente iniciada a investigação, é que as voluntárias precisarão comparecer ao laboratório. “Não iremos oferecer nenhuma intervenção terapêutica. Nossa ideia é estabelecer explorar os riscos e possíveis associações de problemas na tireoide que impactem na dificuldade de engravidar”, disse.

Participação

As candidatas interessadas podem preencher o formulário (ver abaixo) para estabelecer um primeiro contato entre as pessoas interessadas em participar e a equipe de pesquisa, na intenção de verificar os critérios de inclusão e exclusão e prosseguir para próximas etapas.

Dificuldades para Engravidar?  

Não parece ter uma causa aparente? 

Reserva Ovariana Baixa? 

Pode ser a Tireoide! 

Que tal investigar e aprofundar seu diagnóstico?  

Ficou interessada? Laboratório de Estudo da Tireoide – ICS/UFBA (71) 3283-8908 dr.heltonestrelaramos@gmail.com WhatsApp (71) 99114-7984 adamikgb@ufba.br 

Link da pré-inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeVhQHmQ109mr8zAkUZZB5NL0sz1_5eX2Toq-Najgn09Xyy7Q/viewform?vc=0&c=0&w=1&flr=0&gxids=7628

Também poderão ser realizados contatos através dos seguintes meios de comunicação: Laboratório de Estudo da Tireoide – ICS/UFBA (71) 3283-8908 dr.heltonestrelaramos@gmail.com  WhatsApp (71) 99114-7984 adamikgb@ufba.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website