Maior já realizado, Congresso dos 75 Anos emocionou e marcou a história da Universidade

Download PDF

WhatsApp Image 2021-12-10 at 18.13.09

O Congresso UFBA 75 Anos – sétima edição do evento e terceira na modalidade remota, em face da pandemia – foi o maior já realizado em número de atividades. Suas mais de 1.000 mesas e 165 intervenções artísticas, somadas aos cerca de 2.000 vídeo-pôsteres, foram visualizadas, ao todo, 149 mil vezes, por uma audiência total de aproximadamente 55 mil pessoas, entre os dias 06 e 13 de dezembro. O Congresso registrou 12.890 inscritos e contou com o suporte técnico de centenas de profissionais e monitores voluntários, além do forte engajamento da comunidade, que produziu mais de 500 cards postados utilizando as hashtags do evento nas redes sociais.

O Congresso começou no dia 06 de dezembro, com um Ato de Abertura conduzido pelo reitor João Carlos Salles – que, até o momento, já registrou mais de 11 mil visualizações e 1,1 mil avaliações positivas. A Mesa de Abertura teve a participação do vice-reitor Paulo Miguez e dos representantes do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Arlindo Pereira; do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Universidades Públicas Federais no Estado da Bahia (Assufba), Renato Jorge Pinto; e do Sindicato dos Professores das Instituições Federais de Ensino do Estado da Bahia (Apub), Emanuel Lins. A mesa contou ainda com saudações especiais à UFBA enviadas por Maria Bethânia e Gilberto Gil.

Em seguida, às 15h, foi replicado o “Educação contra a Barbárie” realizado em maio, evidenciando a luta das entidades nacionais da educação, com as participações de Bruna Brelaz (União Nacional dos Estudantes), Flávia Calé (Associação Nacional de Pós-Graduandos), Luiz Davidovich (Academia Brasileira de Ciências), Marcus David (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Superior), Nilton Brandão (Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico – Proifes), Renato Janine Ribeiro (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), Rivânia Moura (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior – Andes) e Toninho Alves (Federação de Sindicatos De Trabalhadores Técnico- Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas Do Brasil – Fasubra). O reitor João Carlos Salles encerrou o ato com um discurso especial.

Após o ato, às 16h30, o filósofo Francis Wolff, da École Normale Supérieure (Paris) proferiu a Conferência de Abertura, intitulada “Democracia e Cosmopolitismo” (leia mais). Marcaram ainda a Abertura do Congresso vídeos de intervenções artísticas, em parte inéditos, preparados especialmente pela TV UFBA e pela Escola de Música; e em parte reexibidos, por terem marcado a história dos sete Congressos e outros atos realizados pela Universidade nos últimos anos.

Assista abaixo:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website